Cuidados essenciais com o cabelo

Tumblr_m52mlayykq1qh4ofso1_500_large

aqui estão alguns dos problemas mais comuns e como resolvê-los:

Caspa

O clima seco da estação mais fria do ano favorece o aparecimento desses pontinhos brancos na cabeça. Para diminuir o problema, é preciso lavar a cabeça todos os dias (ou pelo menos, dia sim e dia não), de preferência com xampus anti-caspa. Não, eles não vão ressecar seus fios! As novas fórmulas contêm ativos hidratantes que prometem deixar seu cabelo lindo de novo.

Pare agora!

1. De usar mais do que a quantidade equivalente a uma moeda de 1 real (se o seu cabelo for comprido). O excesso de produto vai provocar o efeito reverso!

2. De dormir com os fios molhados. A longo prazo, esse péssimo hábito pode estimular a proliferação de fungos e mais caspa. !

3. Arrumar desculpas para não ir ao dermatologista se o problema não melhorar. Ele saberá indicar outros produtos e tratamentos específicos para você.

401636_286558721395522_100001241906154_855877_1924160631_n_large

Falta de hidratação

Cabelo ressecado = cabelo fraco. Portanto, trate de usar máscara de tratamento uma vez por semana e, se seu cabelo estiver muito danificado, aposte nas ampolas, que são mais potentes! Lembre-se também de usar xampu anti-resíduo antes da hidratação, para limpar bem o couro cabeludo.

Cachos secos

Mesmo no calor seu cabelo já costuma ser mais seco que o liso. No frio então, piorou. Por isso, meninas cacheadas, a hidratação semanal é ainda mais importante para vocês! Vale investir em produtos com ativos bem hidratantes, como manteiga de karité e queratina.

Banho quente

No frio dá aquela vontade de ligar o chuveiro no modo fervendo e não sair mais, certo? Errado. Água muito quente faz muito mal para o cabelo (pode reparar que, no salão, seu cabeleireiro nunca usa água muito quente). Deixe a temperatura fria ou morna para fios com muito mais brilho!

5823058260_d704762323_z_large

Muito secador

Em excesso, o uso do aparelho pode danificar o fios, assim como muita chapinha e babyliss também! Lembre-se de manter uma distância de 20 cm do cabelo para não queimar as madeixas e, claro, de usar um protetor térmico, que blinda o cabelo do calor!

-E aí o que vocês acharam das dicas ?

Anúncios

Sobre Amor

Tumblr_m4pbscveue1qmf3xoo1_500_large

“Sobre o amor? Amor é não querer desligar-se nunca do abraço. É sentir saudade todos os dias, inventar assunto pra não ter que desligar o telefone. É xingar. Rir de chorar. É alertar, preocupar. É dividir cobertor, espaço na cadeira de balanço ou um pedaço do sofá pequeno. É esquentar a mão, fazer cafuné, dormir no colo um do outro. Amor é saber esperar, esperar esperar… É não saber se explicar. Sentir medo, ser cúmplice, ter coragem. É sair de casa no meio da noite e se encontrar escondido. É sonhar a semana toda com o fim de semana e o mesmo cheiro, o mesmo abraço, o mesmo beijo. É dar gargalhadas, colocar de castigo, estralar os dedos um do outro, mesmo sabendo que isso vai doer. É provocar, morder a bochecha e lamber o nariz. É fazer cara de nojo, pirraça, chantagem. É agradar. Não ter medidas. É não cansar. Não cansar da voz, do desespero, da rotina. É ter alguém, um amigo, uma fonte, uma força. É ter você. É ser a gente.”

Coisas que você aprende olhando pra trás

1290429434940_f_large

“Algumas coisas na vida, pelo menos na minha, eu só consigo aprender olhando para trás. Por isso, não abro mão dos momentos em que eu posso parar e lembrar tudo que já aconteceu. Não é nostalgia, não é procrastinação, não é saudade. É uma espécie de análise, um aprendizado de mim para mim mesma. Sou um pouco mais velha que a maioria das leitoras desse blog, e ainda não sei nada da vida, mas se eu aprendi alguma coisa até aqui foi por que dei importância a esses momentos de reflexão.

Já cai e me levantei um milhão de vezes, e garanto que a vida perde o sentido sem essas pequenas quedas. Quando a gente cai, cai feio no chão, o que acontece? As mãos ficam machucadas, os joelhos doem e isso faz as pernas ficarem tremulas, mas a gente não pode ficar no chão pra sempre. Dói um pouco se levantar e a gente tem que fazer algum esforço. Só não podemos esquecer que uma coisa é imprescindível para levantar-se dessa queda: precisamos olhar pra frente. Se você não olhar pra frente você fica sem rumo, perde o equilíbrio, perde o foco e cai outra vez. Se você não olhar pra frente fica sem objetivo, sem propósito, sem justificativa para se reerguer. O que eu quero dizer é que quando a vida te joga no chão a primeira coisa que você deve fazer é olhar pra frente, e depois que tudo isso passar não se esquecer do tombo.

Algumas pessoas dizem que devemos nos esquecer das más lembranças e seguir em frente. Ora, mas se essas lembranças foram as que me ensinaram a viver, foram as que me trouxeram lições e se exatamente essas más lembranças foram meus principais exercícios de superação, para mim se esquecer de tudo agora é jogar uma fase importante no lixo. Tudo que a gente vive muda o nosso coração, muda nossa maneira de pensar, constrói a nossa personalidade. Cada pedaço da minha história eu guardo com carinho, e cada pedaço foi importante demais para eu decidir jogar fora. Cada página é uma lição, e você só vai conseguir acertar um dia se tiver seus erros como seu próprio referencial. Por isso, acho importante olhar para trás.

Quando você tá no meio de um tornado parece que ele nunca vai acabar, e toda aquela poeira não deixa seus nossos olhos enxergarem o lado de fora. Mas se você se lembrar que o último tornado que veio já acabou, vai ter a força suficiente para esperar esse terminar, e finalmente olhar pra frente.”